Portal da Cidade Rio Claro

Educação

Projeto “Baú de Histórias” reforça a importância da leitura para 420 crianças

Com patrocínio da John Crane, ações foram realizadas no dia 17/05, nas escolas municipais Jovelina Moratelie e Antonio Sebastião da Silva, em Rio Claro.

Publicado em 25/05/2022 às 11:39
Atualizado em

“Baú de Histórias” em Rio Claro, patrocinados pela John Crane (Foto: Divulgação / Komedi)

“Baú de Histórias” beneficia 430 crianças em Rio Claro com contação de histórias e bibliotecas móveis

No dia 17 de maio de 2022, o projeto “Baú de Histórias” esteve na Escola Municipal Jovelina Moratelie e na Escola Municipal Antonio Sebastião da Silva, instituições localizadas em Rio Claro que recentemente foram contemplados com duas minibibliotecas móveis para crianças.


RELEMBRE OUTRAS EDIÇÕES


O projeto promoveu um dia especial e divertido em que foram realizadas quatro oficinas gratuitas com contação de histórias para o público infantil, buscando incentivar o uso das estruturas.

Entregues de forma gratuita e para uso permanente das instituições contempladas, o objetivo é que os baús de histórias sejam usados para envolver e inspirar as crianças a se aventurarem de diversas formas no universo da leitura e fantasia, contribuindo para um desenvolvimento emocional, social e cognitivo mais amplo.

Viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto “Baú de Histórias” visa difundir a literatura para o público de 04 a 12 anos a partir das minibibliotecas entregues pelo projeto.

Nesta cidade, o projeto é apoiado pela John Crane, empresa patrocinadora que busca um crescimento contínuo preservando a ética, o meio ambiente e as comunidades. Por isso apoia ações como esta, que visam potencializar a transformação local, melhorando vidas.

O projeto “Baú de Histórias” é uma realização do Ministério do Turismo via Secretaria Especial de Cultura com produção da Incentivar.

+ Últimas notícias sobre a educação em Rio Claro

Sobre a John Crane: Fundada há mais de 100 anos, a John Crane é líder global em soluções de equipamentos rotativos, fornecendo tecnologias e serviços de engenharia para indústrias de processo, incluindo: Gás de petróleo, Geração de energia, Químico, Farmacêutico, Mineração e Minerais, Compressão de Refrigeração, Polímeros, Alimentos e bebidas, Processamento de Celulose e Papel, Gestão de Águas Residuais e Águas Limpas. Uma empresa que atende clientes em todo o mundo para fornecer soluções inovadoras que melhoram a confiabilidade de processos e equipamentos por meio de um foco incansável na qualidade, paixão pelo serviço e compromisso intransigente com equipe de funcionários, segurança, meio ambiente e práticas comerciais éticas.

Sobre o Ministério: Principal ferramenta de fomento à Cultura do Brasil, a Lei de Incentivo à Cultura contribui para que milhares de projetos culturais aconteçam, todos os anos, em todas as regiões do país. Por meio dela, empresas e pessoas físicas podem patrocinar espetáculos – exposições, shows, livros, museus, galerias e várias outras formas de expressão cultural – e abater o valor total ou parcial do apoio do Imposto de Renda. A Lei também contribui para ampliar o acesso dos cidadãos à Cultura, já que os projetos patrocinados são obrigados a oferecer uma contrapartida social, ou seja, eles têm que distribuir parte dos ingressos gratuitamente e promover ações de formação e capacitação junto às comunidades. Criado em 1991 pela Lei 8.313, o mecanismo do incentivo à cultura é um dos pilares do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), que também conta com o Fundo Nacional de Cultura (FNC) e os Fundos de Investimento Cultural e Artístico (Ficarts). Essas ações são patrocinadas pela empresa John Crane. 

Fonte:

Receba as notícias de Rio Claro no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário